"Sour cream coffee cake" porque há coisas que não se conseguem traduzir...

quarta-feira, setembro 11, 2013







Quando vi pela primeira vez esta receita no livro "The Cake Bible", de Rose Levy Beranbaum estranhei não encontrar café na lista de ingredientes. Engano, pensei. A autora refere este bolo como um dos seus favoritos e o mais delicioso streusel coffee cake que alguma vez comeu, e por isso só podia ser bom. Mas porquê coffee cake? Não foi preciso procurar muito para perceber que o termo se refere a uma classe de bolos destinados a serem consumidos com um café, seja ao pequeno almoço ou lanche, um "coffee break" ou qualquer outro evento em torno de um café. Assim, um bolo de café não contém necessariamente café. Pode ser quadrado ou retangular, em forma de anel, ou redondo. O bolo de café pode ser aromatizado com canela ou outras especiarias, sementes, nozes e frutas e tem frequentemente uma camada de streusel ou crumble crocante no topo. 

Um dos bolos clássicos é o  "sour cream coffee cake", em que a massa é preparada com nata azeda (ou iogurte grego), coberto com um streusel de nozes, com  uma camada intermédia de nozes e opcionalmente uma camada de maçã ou pêssego. E se a tradução para o nome deste bolo não é fácil, traduzir por palavras o sabor e a textura deste bolo ainda é mais difícil...só mesmo experimentando!





Adaptado de: The cake bible, Rose Levy Beranbaum, Morrow, 1988


Ingredientes 
   
Para o streusel:
72 g de açúcar mascavado claro
26 g de açúcar
113 g de nozes ou noz pecan
1 1/2 c. chá de canela
65 g de farinha
57 g de manteiga sem sal, amolecida
1/2 c. chá de extracto de baunilha 

Para a massa do bolo:
4 gemas de ovo (de ovos grandes)
160 g de iogurte grego
1 c. sobremesa de óleo vegetal
1 1/2 c. chá de extracto de baunilha
200 g de farinha peneirada
200 g de açúcar 
1/2 c. chá de fermento em pó
1/2 c. chá de bicarbonato de sódio
1/4 de c. de chá de sal
170 g de manteiga sem sal

  Preparação

Preparar o streusel:

Num robot com lâmina metálica, pulsar as nozes com os açúcares e a canela até que as nozes fiquem grosseiramente picadas.

Reservar 1/4 desta mistura para rechear o bolo.

Aos restantes 3/4 adicionar a farinha, a manteiga e o extracto de baunilha e pulsar brevemente até obter uma mistura grosseira, e reservar.

Preparar o bolo: 

 Numa pequena taça juntar as gemas, cerca de 1/4 do iogurte grego e o extracto de baunilha e misturar bem.

 Na taça da batedeira misturar bem os ingredientes secos, a velocidade lenta.
Adicionar a manteiga, o óleo e o restante iogurte grego. Bater a velocidade baixa até que os ingredientes secos fiquem húmidos. Aumentar a velocidade para média-alta e bater cerca de 1 1/2 minutos para arejar a massa e ganhar uma consistência cremosa. Com uma espátula ir sempre "limpando" as paredes da taça.

Adicionar a mistura de ovos por 3 vezes, batendo cerca de 20 segundos entre cada adição e removendo para dentro da taça toda a massa que vá ficando agarrada às paredes.

Entretanto, untar muito bem com manteiga uma forma de aro, colocar no fundo papel vegetal, voltar a untar o papel e cobrir toda a forma com farinha.








Colocar cerca de 2/3 na forma, alisar com uma espátula  e por cima colocar a mistura de nozes e açúcar preparada inicialmente.

Deitar a restante massa, alisar novamente com uma espátula e espalhar por cima o restante streusel.

Levar ao forno a 180 ºC durante cerca de 55 a 60 minutos, ou até um palito sair seco do centro do bolo. Aos 45 minutos de cozedura colocar por cima folha de alumínio para que o streusel não fique demasiado castanho.

Colocar a forma sobre uma grade, deixar arrefecer 10 minutos e remover o aro.

Deixar arrefecer antes de retirar do fundo da forma.

O bolo irá "abater" um pouco no centro após sair do forno.



You Might Also Like

28 comentários

  1. Eu já li a receita e já olhei para as fotos vezes sem conta, Helena!
    OMG... Isto é um pecado, mas daqueles grandes!!! Seja para acompanhar o café ou não, este bolo tem que ser experimentado!!
    É que fiquei aqui a babar-me! :)
    Beijinhos,
    Mena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E experimenta mesmo porque é simplesmente delicioso!
      beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Helena,
    Esta receita é de facto fenomenal, a julgar pelas fotos, posso dizer que até estou a salivar!!
    É mesmo como dizes, há coisas que não se traduzem e é o exemplo também do Madeira cake (que é um pão de ló normalíssimo) que eu pensava que era um bolo da Ilha da Madeira e achava estranho nunca ter ouvido falar dele. Só há pouco tempo descobri que o Madeira cake era o bolo que nos tempos da Vitorianos era servido para acompanhar com um cálice de vinho da Madeira e por isso ficou com este nome.
    Beijinhos e parabéns pelo lindíssimo bolo apresentado.
    Lia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhecia o Madeira cake, já aprendi mais alguma coisa!
      Obrigado!
      beijinhos

      Eliminar
  3. Adoro bolos com sreusel ficam uma delicia,
    O teu ficou lindo e com um interior delicioso.
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Adoro bolinhos com este toque crocante! Adorei a camada do meio, deve ser mesmo uma delicia!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Delicioso, vale a pena experimentar!|
      beijinhos

      Eliminar
  5. Que maravilha de bolo, com o recheio e a cobertura de nozes. Adoro e este está divinal.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  6. Está realmente maravilhoso o seu bolo!!! Qual o tamanho da forma? Bjs!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Isabel!
      Usei uma forma de 23 cm de diâmetro.
      beijinhos

      Eliminar
  7. Que fofinho... que delicioso!
    Bjinhos
    Selene

    ResponderEliminar
  8. em já li e reli esta receita que parece ser o máximo julgar pelas belas fotos que nos apresentas! O interior deste bolo deixou-me a salivar! Que maravilha!

    ResponderEliminar
  9. Bem, este bolo fez-me água na boca!
    Ficou um espanto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Helena, Helena... ora, eu já sou fã da textura dos bolos com as natas azedas, vim logo com alguma expetativa e depois, deparo-me com aquela fatia! oh Deusssss... mais uma receita para experimentar! Maravilhoso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Adoro a ideia! Vou ter que adaptar para uma versão sem lactose!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deve ser difícil adaptar!
      Bjos

      Eliminar
  12. Tem um aspecto fantástico! Acho que vou ter que experimentar! Não resisto!
    Beijinhos

    Sílvia Martins
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Este bolinho tem um aspecto do mais delicioso que há!
    Adorei e fiquei muito curiosa em experimentar :)

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Susana!
      Vale a pena experimentar!
      Beijinhos

      Eliminar

Google+ Followers

Following on Google

ABOUT AUTHOR

Subscribe